a Classe C e o enorme mercado para as marcas

As tendências mudam, assim como as escolhas – e tudo isso está diretamente ligado a fatores sócio-culturais e econômicos. Para tudo isso nos últimos anos as marcas descobriram que os clientes estão mais exigentes, em específico a Classe C. Esse perfil de cliente preza muito a escolha acertada, pois não dispõem de tanto capital. A grande maioria de pessoas que fazem parte desse grupo saíram da linha da pobreza, passaram a se qualificar no mercado e a adquirir bens de consumo duráveis como: eletrodomésticos, notebooks, viagens, celulares, TVs, automóveis e residência. Segundo o Ibope Inteligência (2016) a Classe C representa 49% dos domicílios do Brasil e 31% do potencial de consumo brasileiro e com renda aproximada de R$ 2,7 mil. De acordo com o Instituto Data Popular em 2012, nos últimos anos 42 milhões de brasileiros ascenderam à classe C, representam 53,9% da população, o equivalente a 104 milhões de pessoas e movimenta R$ 1 trilhão ao ano e os jovens movimentam 130 bilhões de reais por ano – um enorme campo de oportunidade para as marcas. Consequência da estabilização econômica do Brasil nas últimas décadas. Nos últimos anos a Classe C tem se destacado a procura de marcas com valores agregados, eles têm as mesmas intenções de consumo comparados a classe média, porém, de acordo com as suas condições de aquisição nem sempre conseguem realizar seus desejos. Esse perfil de cliente está cada vez mais exigente, confiam nas marcas líderes e estão sempre atentos a descontos e vantagens no momento da compra – isso tudo pois estão ligados constantemente a internet e nos anúncios das promoções através da mídia. Estão sempre em busca status, qualidade nos produtos e serviços, está aí a oportunidade para as marcas investir nesse perfil, até porque esse cliente preza por qualidade e através de promoções as marcas podem aproveitar  para fidelizar e encantar novos clientes. Com o processo de ascenção das classes, nos últimos 5 anos o Mc Donald`s do Brasil passou de 25% para 40% entre os clientes desse perfil – um enorme salto.

mcdonalds

Com isso a marca adotou novas estratégias e promoções para atrais ainda mais esse público, mas isso não significa que as demais classes estejam esquecidas pela marca. Entre as marcas preferidas pela Classe C no Brasil a Nestlé lidera o ranking, Samsung, Adidas e Nike aparecem em seguida. De acordo com o instituto Data Popular separou as marcas nas categorias alimentos, informática, automóveis, eletrônicos, celulares, entre outras. Confira:

  • Automóvel: Fiat, Volkswagen e Chevrolet
  • Alimentos: Nestlé, Sadia e Perdigão.
  • Bebidas Alcoólicas: Skol, Brahma e Antarctica.
  • Bebidas não-alcoólicas: Coca-Cola e Antarctica.
  • Higiene Pessoal: Dove, Colgate e Johnson & Johnson.
  • Roupas feminina: Le Lis Blanc,Mercatto e Torra Torra.
  • Roupas masculinas: Richards, Luigi Bertolli e Impecável.
  • Calçado feminino: Schultz, Pixolé e Raquel Calçados.
  • Calçado masculino: Richards, Pontal e Impecável.
  • Cosméticos: Natura, O Boticário e Avon.
  • Artigos infantis: Torra Torra, Marisa, Leader.
  • Informática: HP, Dell e Samsung.
  • Eletroeletrônicos: Samsung , Brastemp e LG.
  • Bancos: Banco do Brasil, Itaú e Caixa Econômica Federal
  • Cartões de crédito: Visa, Mastercard e Itaucard.
  • Companhias aéreas: Tam, Gol e Azul.
  • Telefonia Móvel: Tim, Vivo e Oi.
  • Varejo de moda: C&A , Renner e Riachuelo.
  • Varejo de eletroeletrônicos: Casas Bahia, Lojas Americanas/Ponto Frio e Magazine Luiza.

Grandes marcas já antenadas com esse novo perfil de cliente mais exigente criaram marcas específicas para atender as necessidades desse público: a marca de chocolates Kopenhagen criou a marca Brasil Cacau.

kopenhagen-chocolates-original

 A marca O Boticário especializada em cosméticos criou a marca Eudora.

boticario eudoraNo setor de detergente em pó a marca Unilever tem o Omo que domina o segmento Premium e o Surf na categoria mais econômica. É muito comum que marcas direcionadas a esse perfil de cliente associem sua imagem com artistas, esportistas e celebridades em geral. A marca Procter & Gamble oferece o produto Ace e utilizou a estratégia de associar o produto a artistas como: Zezé Di Camargo e Luciano, Leonardo e Daniel – todos da música sertaneja. A Eudora recentemente utilizou a imagem do ator Rodrigo Lombardi associado a sua marca. De fato essa associação influencia muito na decisão de compra no momento da escolha. A marca  Hypermarcas  estendeu a linha  Assolan, sucesso no segmento de palhas de aço em detergente em pó. As condições de pagamentos mais acessíveis abriram as portas e oportunidades para esse perfil de publico. Nos últimos anos a Classe C passou a mudar de hábitos no segmento de transportes: as companhias aéreas passaram a ser mais requisitadas – passaram a viajar mais e isso favoreceu diretamente as redes hoteleiras e restaurantes, o turismo em geral.  Na área de construção civil os clientes passaram a escolher por apartamentos com infra estrutura mais completa , em localizações mais próximas dos grandes centros. No segmento automobilístico até ha anos atrás era comum vender carros básicos, praticamente sem opcionais – hoje o cliente prefere pagar um pouco mais nas parcelas para ter um automóvel mais completo. Em 2014 itens como air bag e freios ABS passaram a ser obrigatórios nos carros brasileiros. Levando em consideração tudo isso é possível afirmar que o Cliente Classe C está em busca de qualidade, conforto e bem estar, mesmo que para isso tenha que fazer programar mais para as aquisições de bens, serviços ou consumo.

 

rubrica1

Anúncios