GERENCIANDO O PRINCIPAL PATRIMÔNIO DA EMPRESA

O gerenciamento de uma marca exige planejamento, estratégia e ousadia. É preciso acompanhar tendências e ter coragem para apostar em novas ações de marketing. Sempre com foco no que o consumidor deseja e procura. Por isso, muitos empresários têm investido pesado nesse trabalho. Construir marcas fortes, hoje em dia, tornou-se questão de sobrevivência no mercado. Ainda que uma empresa passe por um processo de falência, em que toda a estrutura física da empresa perca valor, ainda restará a força da marca. Diante disso, conclui-se que a marca é o patrimônio mais importante das empresas. Se bem gerenciada, ela sobrevive a crises financeiras e ainda pode gerar cifras milionárias para a empresa. Prova disso é que muitas marcas de empresas que já não existem são vendidas a concorrentes a valores altíssimos. Portanto, investir no valor da marca pode significar um futuro seguro e tranqüilo para os negócios da empresa. Um estudo da BrandAnalytics / Millward Brown, realizado com exclusividade para a Revista Dinheiro, edição de 16/06/08, revelou que as três marcas mais valiosas do país pertencem a instituições financeiras – a medalha de ouro ficou com o Bradesco, depois o Itaú e, em seguida, o Banco do Brasil. Abaixo, uma recente campanha do Bradesco – dando ênfase aos valores intangíveis.

O fato das instituições bancárias serem as marcas mais fortes é uma característica atual do país e reflete um momento atual da economia brasileira, no qual vivemos um período de juros mais altos do mundo e uma explosão no volume de crédito. Já em escala mundial, nota-se que as marcas que mais têm se valorizado são as de tecnologia. Outro traço da economia brasileira revelada pela pesquisa é o advento de uma massa de cidadãos das classes C e D incluída ao universo do consumo. Mais uma vez, o primeiro lugar do Bradesco, o banco mais próximo da baixa renda, confirma essa tendência. O desempenho do Banco do Brasil, outro refúgio financeiro da base da pirâmide social, também serve como prova para essa tese. Sua assinatura valorizou-se mais de 62% no ano passado. Nenhum outro participante atingiu tal nível de expansão. A melhoria da renda e do emprego também ajuda a entender a posição privilegiada de algumas marcas de cerveja, como a Skol e a Brahma, e as surpresas, como a presença na lista da MRV, construtora mineira especializada em apartamentos populares. Diante da importância que a marca ocupa em termos de patrimônio na atualidade, é necessário que empresários e gerentes estejam atentos às suas características e gerenciamento de suas dimensões. Não significa apenas criar uma boa marca e colocá-la no mercado, é preciso acompanhar o seu crescimento e desenvolvimento neste mercado. Dessa forma, as empresas reduzem o risco de comprometimento do sucesso em termos de vendas e lucros.

rubrica1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s