objetos suscetíveis de marca

De uma certa forma, tudo que integra o mundo pode receber uma marca, um sinal, e ser identificado para se distinguir de outros objetos. Uma pedra solta na planície pode ser assinalada de determinada forma para se distinguir de outras, como muitos outros objetos podem sê-lo, mas isso, por si só, não confere a noção de marca de que aqui se trata. A marca deve distinguir um produto ou um serviço, ou seja, deve assinalar algo para que se distinga de outro da mesma espécie. Esse produto ou serviço deve se constituir no resultado da atividade empresária, que, em última análise, é protegida pela marca.

image43

 

Deve haver uma relação direta entre o nome, missão e imagem diretamente ligados ao mercado se seu público, conforme dados acima. O emprego do conceito de marca, nesses termos, está ligado ao resultado da atividade empresária, o que implica a admissão de um dado apurável da realidade: os produtos e serviços realizados no plano da experiência concreta, no mundo físico e não ideológico. Implica, então, não haver marca em bens ou serviços insuscetíveis de negociação pelo empresário ou por terceiro autorizado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s